0

Em um dia típico, a pessoa comum não pensa em como é passar dias com pouca conexão ou interação humana. Com a maioria de nossas comunidades praticando o distanciamento social para impedir a disseminação do COVID-19, estamos ganhando um novo nível de empatia pelo que muitos idosos enfrentam todos os dias. 

Para muitos idosos que moram sozinhos, o distanciamento social amplia a solidão que eles já sentem. E o isolamento pode ter implicações significativas na saúde, como riscos mais altos de ataque cardíaco, derrame, depressão, ansiedade e até morte prematura. Mas existe uma cura, e isso se chama comunidade.

Em um momento em que reunir familiares e amigos pode não ser viável, precisamos de um pouco de criatividade e muita intenção para garantir contato regular com vizinhos e entes queridos. 

Esteja você ajudando um parente ou vizinho a desviar-se do social, ou procurando minimizar os efeitos do isolamento, a AZO Cuidados recomenda as seguintes ideias para permanecer conectado: 

Defina uma agenda.   Estabeleça uma rotina regular para chamadas telefônicas, e-mails e bate-papos por vídeo – e atenha-se a isso. O truque é planejar com antecedência.  Os check-ins regulares podem ajudar bastante os parentes, amigos e vizinhos mais velhos a sentirem-se amparados e seguros de que não estão sozinhos.

Converse por vídeo.  Embora nenhuma tecnologia possa substituir a interação humana pessoalmente, plataformas de bate-papo por vídeo como o Skype, Meet, Zoom ou até WhatsApp Vídeo podem complementar as interações sociais dos idosos quando visitas com amigos e familiares não são possíveis. Os webcams são fáceis de usar e acessível para manter as gerações conectadas – oferecendo aos netos a chance de exibir seu último projeto escolar ou a parentes distantes a oportunidade de ouvir e se conhecer.

Telefone para eles. Enviar mensagens de texto é uma maneira fácil de manter contato, mas às vezes atender o telefone é a melhor maneira de fazer o trabalho. Ligue para um dos pais, parente ou vizinho e, durante o telefonema, dê-lhe toda a atenção e carinho que puder. Aproveite também para solicitar conselhos ou informações sobre a família, hobbies ou atividades recentes. Ele vai se sentir muito bem em compartilhá-las com você.

Adote o correio tradicional.  Enviar uma carta ou cartão postal antiquado é uma maneira fácil de dizer olá e lembrar alguém que você está pensando neles. Embora uma carta possa não acabar completamente com a solidão, ela pode ajudar a animar o espírito e mostrar o quanto você se importa. Se você tem filhos pequenos, peça-os também para desenhar ou escrever algo especial. Com certeza os avós, pais ou tios distantes ficarão emocionados ao ver tanto carinho e amor presentes na carta.

Como todos nós continuamos a nos adaptar aos impactos do COVID-19, é fácil espalhar um pouco de alegria e ajudar a fazer um sorriso sênior.  Basta multiplicar nossas ações de amor, atenção e carinho aos idosos, mesmo que de maneira virtual e, com certeza, colheremos mais e mais amor e faremos muita diferença em suas vidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *